quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Caixa de pássaros


Eu sei que "Caixa de pássaros"  foi lançado a bastante tempo, e que você com certeza já deve ter lido ou ter ido atrás de outras resenhas.
Antes de tudo quero deixar claro, que para a primeira postagem do Blog eu decidi fazer sobre o livro que pra mim, foi o melhor do ano.
Então vamos lá...

Em Abril a editora Intrínseca lançou o livro "Caixa de pássaros", é o primeiro livro do cantor e compositor da banda de rock: High Strung, Josh Malerman.
     Há algo lá fora, que ninguém sabe o que é, pode ser um homem, um animal, mas como saber? Há algo lá fora, algo que não pode e nem deve ser visto. Foi chamado de "Relatório RÚSSIA" inicialmente, ninguém sabe o que é, de onde veio, mas basta apenas uma olhada e em seguida você estará cometendo atos de violência mortal contra pessoas e logo comete suicídio.Quem permaneceu vivo, não sabe em quem confiar.
      Portas sempre trancadas e cobertores tapam as janelas,ninguém mais ousa olhar lá fora, ninguém se quer sai de casa, pelo menos não de olhos abertos. Depois de quatro anos há poucos sobreviventes, abrigada desde o suicídio da irmã, Malorie vive com Garoto e Menina em uma casa abandonada, próxima ao rio Michigan, com o tempo ela aprende a realizar tarefas e até percorrer grandes distâncias de olhos vendados. Obrigada a procurar um lugar seguro para seus filhos, o aparecimento de uma misteriosa neblina, faz Malorie decidir abandonar a casa, ela e os filhos se jogam de cara em uma aventura incrível e assustadora em um barco a remo e para melhorar tudo... DE OLHOS VENDADOS. Eles vão em busca de um lugar melhor para viver.
 Malerman conseguiu um suspense, daqueles que você definitivamente NÃO CONSEGUE PARAR DE LER EM QUANTO NÃO ACABA E QUANDO ACABA... QUER MAIS. Um mistério que te leva a usar muito da imaginação,( o que de fato torna tudo mais interessante, pelo fato de você ter que idealizar o perigo) em torno do perigo que não pode ser visto. O que pode ser tão aterrorizante ao ponto de não poder ser visto?

Nenhum comentário:

Postar um comentário